Prefeitura de Anápolis

Para conter disseminação do coronavírus, órgãos fiscalizam cumprimento do decreto em Anápolis

Trabalho conjunto das Polícias Militar e Civil, CMTT, Vigilância Sanitária, Procon Anápolis e Posturas marca uma semana de vigência de regras mais rígidas na cidade

Foto: Renato Lopes - Secom

O avanço da Covid no Brasil, o agravamento dos casos com o surgimento de novas cepas e a alta taxa de ocupação de leitos de UTI provocaram medidas mais duras, em estados e municípios de todo o país, para desacelarar o contágio do coronavírus. Na noite da última sexta-feira, 5, começou a valer em Anápolis um decreto excepcional suspedendo a maior parte das atividades econômicas do município.

Para garantir o cumprimento das regras, um esforço conjunto entre as Polícias Militar e Civil, CMTT, Vigiância Sanitária, Procon Anápolis e Posturas marcou a primeira semana de vigência do decreto excepcional, que encerra na manhã da próxima segunda-feira, 15.

Entre a sexta passada e hoje, com apoio da Vigilância Sanitária, a PM registrou 744 ocorrências e 22 termos circunstanciados de ocorrência (TCOs), todos relacionados ao cumprimento do decreto. A Polícia Civil vai utilizar as informações da Vigilância para abrir processos no âmbito criminal, interrogando os envolvidos.

Transporte coletivo


A Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Serviços Urbanos (CMTT) mantém as ações de fiscalização no Terminal Urbano para evitar a lotação dos ônibus. O objetivo é atuar fortemente na prevenção ao coronavírus, já que o sistema de transporte coletivo do município, com 190 ônibus, recebe mais de 50 mil passageiros por dia.

“A parceria da CMTT e da Urban visa aumentar a segurança ao usuário do transporte público, mas o risco não deixa de existir. Estamos fazendo a nossa parte e precisamos da colaboração de todos”, diz o presidente da CMTT, Fernando de Almeida Cunha.

Além da fiscalização no Terminal Urbano, foi feita a readequação da frota do transporte coletivo com mais ônibus e aumento na quantidade de viagens em 50 novos itinerários ao dia. Mesmo com o fechamento de alguns setores, não foi permitida a diminuição dos veículos.

A fiscalização nos ônibus também recebeu reforço da Vigilância Sanitária e da Polícia Militar. Tudo para evitar o acúmulo excessivo de passageiros nos terminais e aglomerações dentro dos ônibus, além da falta do uso de máscaras.

Para o diretor de Trânsito, Igor Lino, as ações de fiscalização tiveram que ser redobradas para garantir mais segurança aos usuários e evitar o aumento de casos na cidade. “Nossas atividades estão alinhadas com as determinações do prefeito, que orientou o máximo de empenho para evitar riscos de contaminação”, pontua.

A CMTT também fiscaliza a limpeza diária dos veículos do sistema de transporte coletivo, que deve ser executada nas garagens e no Terminal. Os ônibus são sanitizados e higienizados com o quaternário de amônia, após cada viagem. Ao final do turno de cada um deles, os veículos são higienizados e levados para a garagem. Todos os ônibus da frota também estão com as janelas abertas, para minimizar o risco de contágio entre os passageiros. É obrigatório o uso de máscaras.

Compartilhar publicação