Prefeitura de Anápolis

Unidades de ensino da rede municipal oferecem merenda escolar sem adição de açúcar para os estudantes

Medida faz parte do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e garante alimentos saudáveis na primeira infância

Foto: Ana Laura Zanni

A Secretaria Municipal de Educação de Anápolis passa a oferecer aos estudantes uma merenda mais saudável. Seguindo a orientação dos Ministérios da Saúde e Educação, a rede municipal passou a servir para os mais de 8,6 mil estudantes da educação infantil, refeições livres de açúcares ou adoçantes.

“Posso confiar que minha filha está segura, porque a mesma preocupação que eu tenho de servir em casa alimentos que ela precisa para se desenvolver, a escola também compartilha ao oferecer alimentos saudáveis que vão, não só saciar a fome, como também repor os nutrientes necessários”, conta Grecilene de Souza – que é a mãe da Ana Clara de Souza de 3 anos, estudante do Cmei Maria Capuzzo Cremonez -, ao participar de uma palestra sobre alimentação saudável na unidade.

A alimentação oferecida à Educação Infantil das unidades da rede segue as recomendações do Fundo Nacional da Educação (FNDE), que é responsável pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). O órgão definiu a proibição da oferta de cereais adoçados, balas, bombons, bolachas recheadas, entre outros alimentos que possuem adição de açúcar, nos Cmeis. Além disso, a Resolução nº 6, de maio de 2020, também orienta que sejam oferecidas mais porções semanais de frutas e hortaliças, além de restringir a oferta de enlatados, margarinas e doces.

Para a secretária de Educação, Eerizania de Freitas, essa medida visa garantir a qualidade da refeição ofertada. “Quando retornamos as aulas presenciais em agosto, passamos a oferecer aos estudantes da Educação Infantil a merenda com alimentos sem adição de açúcares e assim, garantimos alimentação saudável com balanceamento nutricional. O êxito da proposta é o apoio da família”, ressalta a secretária.

A nutricionista da merenda escolar, Elvira Valentim, destaca a importância de realizar uma rotina alimentar completa, focada em alimentos in natura que favoreçam o desenvolvimento adequado e a redução de doenças, resultando em mais qualidade de vida aos estudantes. “A Educação Infantil é uma fase de introdução alimentar. Com isso adaptamos os cardápios para atender essa faixa etária com alimentos menos industrializados, com mais frutas, legumes e verduras e zero açúcar, com pratos coloridos e adaptando o paladar aos alimentos naturais, que são benefícios que eles irão levar para a vida inteira”, afirma a nutricionista.

A Secretaria Municipal de Educação, que possui 385 merendeiras, ofereceu em outubro uma formação para todos os manipuladores de alimentos das unidades de ensino, sendo essa mais uma estratégia que visa a qualidade da merenda e a valorização daqueles que preparam com amor as refeições dos estudantes da rede.

Para conferir o cardápio da semana acesse o Portal da Educação no site da Prefeitura de Anápolis.

Compartilhar publicação