Prefeitura de Anápolis

Procon Anápolis compara preços da carne e diferença chega a 110%

Órgão identificou que a compra em casas de carne é mais vantajosa que em açougues de supermercados, entre os estabelecimentos pesquisados

Foto: Bruno Velasco

Dependendo do estabelecimento que o consumidor anapolino comprar um quilo de fraldinha, ele pode pagar mais que o dobro do valor. O alerta do Procon Anápolis é resultado do levantamento realizado entre os dias 11 e 13 de outubro por equipes do órgão, que detectaram uma variação significativa entre os preços da carne em seis açougues de supermercados e seis casas de carne da cidade. Durante a ação, foram apurados os valores de cortes bovinos, suínos e aves.

Entre os supermercados pesquisados, a fraldinha apresentou 110% de diferença de preço, sendo o menor R$ 29,99 e o maior de R$ 62,90. Já o quilo do filé mignon pode custar de R$ 49,99 a R$ 99,90, dependendo do estabelecimento – uma diferença de 100%. Mesmo caso do coxão duro, que também teve variação de 100%, com valor entre R$ 29,89 a R$ 59,90.

O produto com menor oscilação de preço nos supermercados foi a maminha (17%), com valor mínimo de R$ 35,99. A opção mais rentável para o consumidor que quer economizar é a costela, que teve o menor preço entre os itens pesquisados. Nos supermercados, foi encontrada a R$ 21,99 o quilo e sai ainda mais barata (por R$ 20) quando consideramos as casas de carne pesquisadas.

Casas de carne
O consumidor que optar por casas de carne em vez dos açougues de supermercados tem mais chances de economizar. A pesquisa identificou variação de 97% no quilo do filé mignon, tendo como o menor preço R$ 33 e chegando a custar R$ 64,99 – uma diferença considerável de R$ 31,99. Para o quilo da picanha, a variação encontrada foi de 35%, com menor preço de R$ 52 e podendo chegar a R$ 69,99.

O quilo do patinho apresentou variação de 34%. O menor preço encontrado foi de R$ 28,99 e o maior, R$ 38,99. A linguiça fina de porco, que custa entre R$ 19 e R$ 25, alcançou variação de 32%. Já para quem gosta de frango (coxa e sobrecoxa) a variação foi de 31%, com o menor preço no valor de R$ 12,99 e o maior por R$ 16,99.

Compartilhar publicação