Prefeitura de Anápolis

Plantio de mudas em APP marca Dia da Árvore em Anápolis

Ação faz parte de projeto de reflorestamento para proteção do Piancó, responsável pelo abastecimento de água na região

Foto: Divulgação

As árvores são o pulmão da natureza. Esse é o ditado que os ambientalistas adotaram para exaltar a importância desse tesouro ecológico. E, para comemorar sua existência, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, Câmara Municipal de Anápolis e Rotary Clube Jundiaí, decidiram festejar a data em alusão ao Dia da Árvore com uma ação de plantio e reflorestamento em uma área de preservação permanente (APP) no Setor Sul Jamil Miguel (II etapa), nesta terça-feira, 21. Outra ação foi a oficina de plantio, no Parque Ipiranga. As duas atividades contaram com a presença de crianças da Escola Municipal Antônio Constante e do CMEI Nazaré Cunha Leão.

A meta é recuperar esses espaços de extrema importância para a bacia de abastecimento de Anápolis, o Piancó. O reflorestamento é fundamental para enriquecer o lençol freático e diminuir as erosões, a fim de que o rio continue abastecendo o município de forma sustentável nos próximos anos. Posteriormente, o projeto, que deve durar até fevereiro do ano que vem, continua na área do Setor Jamil Miguel, podendo alcançar até 600 mudas, e em outras regiões da cidade.

O secretário de Meio Ambiente, Habitação e Planejamento Urbano, Mauro Douglas, ressaltou que a água “é uma das mais importantes riquezas naturais que possuímos. Em função disso, nós plantamos diversas espécies arbóreas”. Apenas na ação de hoje foram distribuídos 500 saches de sementes e plantadas 110 árvores nativas, como Ipês, Guapuruvu, Genipapo, Jatobá, Pau Brasil, Caju, Guapeva e Jacarandá Mimoso.

“Temos a grata satisfação de comemorarmos a data de hoje, o Dia da Árvore, que é um momento oportuno para refletirmos a respeito do desmatamento e da importância da conservação dos recursos naturais. Vale destacar que a data, diferente de outras partes do mundo, foi escolhida em razão do início da primavera, que começa amanhã, 22 de setembro, no Hemisfério Sul”, diz o secretário.

Compartilhar publicação