Galeria Antônio Sibasolly divulga resultado de seleção do programa de exposições

A mostra de três artistas nas categorias estadual, nacional e regional serão lançadas simultaneamente no dia 8 de junho

A Galeria Antônio Sibasolly lançará, de forma simultânea, no dia 8 de junho, mostras de três artistas selecionadas pelo programa de exposições da instituição nas categorias estadual, nacional e regional. São elas: Fernanda Adamski, de Goiás, Alina Duchrow, do Ceará, e Marcela Campos, do Distrito Federal. Realizado pela Prefeitura de Anápolis, por meio da Secretaria de Integração, em parceira com a Associação dos Amigos da Galeria de Artes Antônio Sibasolly, o projeto conta com aporte de R$ 100 mil do Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás.

Em sua segunda edição, o programa recebeu 198 inscrições vindas de todo o Brasil e coube à comissão de seleção a escolha dos nomes que vão ocupar as salas da galeria até o mês de agosto. As propostas de exposições selecionadas nas categorias estadual e regional vão receber, cada, R$ 12,5 mil de Prêmio Participação, e na nacional, R$ 20 mil (menos impostos). Além das mostras, Fernanda, Marcela e Alina vão realizar oficinas de formação destinadas a artistas e estudantes de artes e áreas afins.

“Nosso programa de exposições se apresenta ao artista como mais um espaço de ocupação, de visibilidade para sua produção e de estímulo à reflexão sobre os movimentos estéticos em desenvolvimento ao integrar às exposições ações de formação artística”, afirma o coordenador da Galeria Antônio Sibasolly, Paulo Henrique Silva. Ele destaca que a Sibasolly passou por ampliação recente e agora conta com aproximadamente 400 m² de espaço expositivo, dando continuidade às políticas públicas no setor das artes visuais que têm se consolidado nos últimos anos.

Selecionada na categoria estadual, a anapolina Fernanda Adamski vive um bom momento em sua trajetória. Contemplada no 27º Salão Anapolino de Arte – na categoria ‘Fomento à Arte Anapolina’ – com o ‘Prêmio Residência Pé Vermelho’, a artista desenha paisagens vastas a partir de pequenos elementos, sinais gráficos e símbolos que codificam parte de sua história pessoal. Seu gesto meticuloso e detalhado é como uma escrita, onde cada elemento se expande e se transforma em cada imagem.

A água, com seu movimento e metamorfoses, é uma presença constante nas pesquisas e na produção de Marcela Campos, jovem artista de Planaltina, no Distrito Federal, que navega entre suportes e linguagens diversas para abrigar e expressar sua poética visual. Pintura, performance, objetos e vídeo são meios que ela utiliza para falar sobre solidão, sobre a melancolia e o ostracismo da mulher adulta, que encerra em si as melancolias da infância guardadas na memória.

A Galeria Sibasolly recebe também a exposição Teologia Natural, da artista Alina Duchrow, selecionada na categoria nacional desta segunda edição do programa de exposições. A mostra, apresentada em Rabat, no Marrocos, durante o centenário da Independência em 2022, agora tem sua estreia no Brasil, revelando uma narrativa poderosa que atravessa fronteiras e tempos.

Compartilhar publicação