Prefeitura de Anápolis

Estudantes de Cmei da rede municipal de Educação ganham horta orgânica e jardim de ipês

Beneficiada por projeto da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a unidade recebeu plantas medicinais e hortaliças, além de canteiros de jardinagem e plantas ornamentais

Foto: Ana Laura Zanni

Maria Juceni Macedo, gestora do Cmei Professora Célia Maria Rocha Malta, reconheceu o empenho de toda a sua equipe no plantio e cultivo da horta e jardins da unidade. “O retorno às aulas presenciais teve um gostinho diferente. Pensamos em um projeto político-pedagógico que fosse capaz de executar ações para melhorar a qualidade de ensino e se tornar instrumento de aprendizagem. Trabalhamos com as crianças que a interação e o cuidado não são apenas com o outro, mas também com o meio ambiente”, afirmou a gestora.

“Uma horta e um espaço de arborização na escola funcionam como ótimos recursos didáticos. São vários os benefícios que projetos como este da Secretaria Municipal de Meio Ambiente proporcionam”, explica a secretária municipal de Educação, Eerizania de Freitas.

O secretário de Meio Ambiente, Habitação e Planejamento Urbano, Mauro Douglas, fez questão de participar da primeira aula do Projeto de Arborização, Jardinagem, Horta Orgânica e Medicinais. “Além de estimular a conscientização ambiental das crianças, o projeto busca apresentar o trabalho feito pela pasta e sua importância para o meio ambiente, valorizando os espaços verdes”, disse.

Vânia Mariano, coordenadora do Núcleo de Educação Ambiental, afirma que o projeto que desenvolve arborização e hortas orgânicas em unidades escolares incentiva uma mudança de comportamento tanto em quem trabalha nas unidades quanto nos estudantes. “Essa mudança começa nas crianças e depois vai para casa. Se elas não têm o hábito de comer hortaliças ou legumes, a partir do momento em que elas mesmas começam a plantar, sentem a curiosidade e o prazer se alimentarem.”

O biólogo que acompanha o projeto, Darildo José Leite, explica que a plantação foi realizada de forma orgânica, com terra preta, esterco bovino e compostagem proveniente de poda verde. “Os canteiros de hortaliças foram feitos com telhas de descartes de construções que, além de aproveitarem 100% do material, promovem isolamento térmico e de umidade.” O profissional ainda ressalta que todas as 562 mudas no espaço de arborização e jardinagem, e as 475 mudas de hortaliças folhosas e plantas medicinais são tratadas sem nenhum tipo de insumo químico.

O Projeto de Arborização, Jardinagem, Horta Orgânica e Medicinais é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Meio Ambiente em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, sendo coordenada pelo Núcleo de Educação Ambiental. O tão sonhado projeto teve início em 8 de maio e foi entregue no dia 2 de setembro. O Cmei Professora Célia Maria Rocha Malta foi o primeiro contemplado pelo projeto e recebeu plantas ornamentais, ipês, quaresmeiras, carobas entre outras, além de horta orgânica e de plantas medicinais.

Compartilhar publicação