Prefeitura de Anápolis

“A Prefeitura não ficou parada cuidando apenas de covid”, diz Roberto Naves sobre novidades na saúde

Em prestação de contas nesta quinta-feira, 30, prefeito anunciou para a próxima semana o agendamento de consultas pelo Zap da Prefeitura

Foto: Bruno Velasco

“Os números mostram que nós conseguimos passar por essa crise e que o futuro da cidade de Anápolis nos próximos três anos é muito promissor. O que eu posso dizer a toda a população é que nós vamos trabalhar cada vez mais para poder converter números em melhor qualidade de vida.” A fala do prefeito Roberto Naves na audiência de prestação de contas do segundo quadrimestre realizada hoje, 30, na Câmara Municipal de Anápolis, reflete os esforços que a gestão tem feito para superar a pandemia e manter o cumprimento da meta fiscal.

“De todos os nossos gastos em 2021, 38,61% foram com a saúde”, explicou o secretário municipal de Economia, Valdivino de Oliveira, que fez a exposição do relatório de aplicação de recursos em ações e serviços para a área. Além dos R$ 289,3 milhões em despesas pagas, outros R$ 165,7 milhões foram transferidos, de maio a agosto deste ano, para o Fundo Municipal de Saúde – mais da metade dos recursos que o Executivo pode empregar livremente, por não ter vinculação específica.

Sobre a aplicação dos recursos na educação e na saúde, o prefeito declarou que os resultados acima do que é previsto em lei mostram que está acontecendo o que é preciso, isto é, termos uma administração realmente séria que respeite a legislação fiscal. “Sabemos que durante o período de pandemia, muitos municípios não conseguiram aplicar aquilo que tem que ser aplicado na educação. Mas nós fizemos os investimentos para poder garantir a qualidade do ensino”, afirmou.

“Nós vamos avançar, agora, dentro dos próximos trinta dias nas cirurgias eletivas e na diminuição das filas. Vamos avançar também no que diz respeito à licitação para que a gente possa melhorar ainda as condições de trabalho dos profissionais na área da saúde. Vamos avançar para podermos dar melhores condição de estudo para os alunos, para cuidar daqueles que entraram em situação de vulnerabilidade social. Então, realmente, estamos trabalhando em todas as áreas”, completou Roberto.

O prefeito destacou que o atendimento a pacientes com covid continua sendo prestado, agora sob a regulação do Estado. “Temos demandas reprimidas, como as oncológicas. A reestruturação na saúde começou há dois anos, com o fechamento do Cais Progresso para criação de um novo hospital municipal com três centros cirúrgicos que serão fundamentais para realizar as cirurgias eletivas”, explicou, projetando 500 cirurgias por mês no novo Hospital Municipal Alfredo Abrahão. A prefeitura não ficou parada só cuidando de covid.”

Um anúncio que vai mudar a realidade da população que utiliza o serviço do SUS é que a partir da próxima semana, a administração incluirá aos serviços oferecidos pelo Zap da Prefeitura a marcação de consultas pelo aplicativo. Até então, o paciente precisava ir até a unidade básica para fazer o agendamento. Roberto Naves também destacou que a UPA Alair Mafra terá modelo da UPA Pediátrica, cujos serviços são elogiados pelos usuários.

Compartilhar publicação