Página Inicial / Secretarias e Órgãos / Saúde / Samu 192 Regional Anápolis

Samu 192 Regional Anápolis

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192 Regional Anápolis/ Região Pirineus) é um serviço de saúde que faz parte da Política Nacional de Urgências e Emergências e ajuda a organizar o atendimento na rede pública, com prestação de socorro à população. Com este serviço, a proposta é a redução do número de óbitos, o tempo de internação em hospitais e as sequelas decorrentes da falta de socorro precoce. O serviço funciona 24 horas com equipes de profissionais de saúde, como médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e profissionais motoristas-socorristas, que atendem às urgências de natureza traumática, clínica, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência pediátrica, cirúrgica, gineco-obstétrica, transferências inter-hospitalares e de saúde mental da população.

O Samu 192 Regional Anápolis iniciou suas operações em 2005 (Portaria 1.103 de 5/07/2005), operando com duas Unidade de Suporte Avançado, quatro Unidades de Suporte Básico e duas Motolâncias e quatro reservas técnicas, de acordo as normas emitidas pelo Ministério da Saúde em todo território Nacional. A área de abrangência da Região Pireneus (Anápolis, Alexânia, Abadiânia, Campo Limpo de Goiás, Cocalzinho, Corumbá de Goiás, Gameleira de Goiás, Goianápolis, Mimoso de Goiás, Padre Bernardo, Pirenópolis, Teresópolis) possui cinco bases descentralizadas (Abadiânia, Alexânia, Pirenópolis, Padre Bernardo e Cocalzinho), que oferecem ambulância de suporte básico. Faz parte do sistema regionalizado e hierarquizado, capaz de atender, dentro da região de abrangência todo enfermo, ferido ou parturiente em situação de urgência ou emergência e transportá-los com segurança e acompanhamento de profissionais da saúde até o atendimento hospitalar.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência tem como objetivos:

·        Assegurar a escuta médica permanente para as urgências, através da central e regulação médica, utilizando o número 192, exclusivo e gratuito;

·        Realizar o atendimento médico pré-hospitalar de urgência, tanto em casos de traumas como em situações clínicas, prestando os cuidados médicos de urgência apropriados ao estado de saúde do cidadão e, quando se fizer necessário, transportá-lo com segurança e com o acompanhamento de profissionais do sistema até o  hospital;

·        Desencadeamento em tempo mínimo, de resposta o mais adaptada possível à natureza do chamado, em função de sua gravidade, de acordo com as informações recebidas e os recursos disponíveis (seja orientação ou envio de veículo).

 

Projeto Samuzinho

O projeto Samuzinho, desenvolvido desde 2010, é direcionado a alunos da rede municipal de ensino, designados pelas escolas e sob a orientação da Secretaria Municipal de Educação,  com o objetivo de formar socorristas mirins. A ação contribui na formação de cidadãos conscientes e responsáveis, que respeitam o próximo, sua cidade e o meio ambiente, capazes de prestar o primeiro atendimento de pequenos agravos em seu ambiente diário, dotados de discernimento entre urgência e emergência, e preparados para conscientizar a população do diferencial do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e de como utilizá-lo de forma responsável.

Os participantes do programa têm aulas e palestras gerais sobre noções de direito, direitos e deveres do cidadão, civismo, vida preventiva, mundo das drogas, leis de trânsito, anatomia e fisiologia básica, emergência clínica, emergência traumática, emergência pediátrica e atividades diversas. Os socorristas mirins passam vários meses aprendendo concernente a atendimento pré-hospitalar, urgência e emergência.

O projeto  surgiu da necessidade de esclarecer a comunidade quanto ao uso correto do auxílio SAMU 192, revertendo o quadro do alto índice de ligações indevidas feitas ao serviço.

Como participar do projeto:

- crianças de 7 a 11 anos, emcaminhadas pelas escolas da rede municipal de ensino;

- matrículas no mês de janeiro;

- aulas de fevereiro a novembro, uma vez por semana;

- formatura no final do curso

Coordenadora
Eliane Bento Moreira de Lima