Página Inicial / Multimídia/ Notícias/ Você sabe qual seu potencial para o mercado de trabalho?

ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

26/11/2019 12h29 - Atualizado em 27/11/2019 15h29

Você sabe qual seu potencial para o mercado de trabalho?

_Prefeito Roberto Naves assina termo de adesão ao Acessuas Trabalho nesta quarta-feira, 27, no Centro Administrativo_

Identificar as habilidades do cidadão para o mercado de trabalho, desenvolvê-las e buscar a inserção qualificada no mercado. É o que pretende o Programa do Acesso ao Mundo do Trabalho (Acessuas Trabalho), que será lançado pela Prefeitura de Anápolis, nesta quarta-feira, 27, no miniauditório do centro administrativo. 
 
A iniciativa faz parte de um conjunto de ações de articulação de políticas públicas e de mobilização, encaminhamento e acompanhamento de pessoas em situação de vulnerabilidade e/ou risco social para acesso a oportunidades de trabalho. Serão promovidas oficinas, cursos de qualificação profissional, além do monitoramento ao longo de todo o processo. 
 
O público prioritário são jovens e adolescentes egressos de medidas protetivas, mulheres vítimas de violência, que sejam referenciadas pelo Centro de Referência da Assistência Social (Cras) e estejam inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (Cadúnico). Segundo a diretora de Proteção Social  Básica, Flávia Xavier, também ocorrem no âmbito do Programa o apoio ao microempreendedor individual e à economia solidária, o acesso a direitos sociais relativos ao trabalho, além da articulação com comerciantes e empresários locais para mapeamento e fomento de oportunidades. “Assim fazemos o trabalho de ponta a ponta”, ressalta Flávia.
 
Segundo o prefeito Roberto Naves, o enfrentamento da pobreza, com ações como esta, é peça-chave para um desenvolvimento equilibrado do município. “Acessar o mercado formal de trabalho é uma questão de cidadania, é um direito destas pessoas, por isso estamos colocando em prática o Programa, que levará oportunidades a quem mais precisa, dando todo o suporte para a geração de renda nas famílias”, explicou.