Página Inicial / Multimídia/ Notícias/ Vacinação contra a gripe será feita por equipes volantes

ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

20/03/2020 12h48 - Atualizado em 20/03/2020 12h50

Vacinação contra a gripe será feita por equipes volantes

As salas de vacinas das unidades estão fechadas para evitar aglomerações e garantir a segurança da população

Foto: Bruno Velasco - Dircom

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (gripe), que iniciaria na segunda quinzena de abril, foi antecipada para o dia 23 de março e será diferente neste ano devido à pandemia do coronavírus.

As doses não estarão disponíveis nas unidades de saúde para evitar aglomerações. Inicialmente, os grupos prioritários são os idosos que ficam em instituições de longa permanência (abrigos) e os médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem que estão na linha de frente do trabalho de prevenção, controle e contenção da Covid-19.

Também serão imunizados, neste primeiro momento, os idosos que serão identificados e visitados em domicílio conforme o cadastro das unidades de saúde. “Coletamos os dados e identificamos os idosos para montarmos nosso cronograma”, explica o coordenador de Vigilância, Júlio César Espíndola.

De acordo com o cronograma, entre os dias 23 e 27 de março, as equipes volantes vão vacinar, de casa em casa, osidosos das seguintes regiões de Anápolis: Vila Formosa, São Carlos, Paraíso, Jardim Alexandrina, Arco Verde e o distrito de Souzânia.

Vale ressaltar que a vacinação em casa será feita por profissionais da saúde, devidamente identificados e com equipamentos de proteção individual, em veículo oficial do município. “Essas informações são fundamentais para garantir a segurança dos moradores”, frisa Júlio César.

O Ministério da Saúde enviou 9 mil doses nesse primeiro momento. Por isso, a Secretaria de Saúde criou um cronograma que prioriza os grupos de risco. É importante lembrar que é apenas a primeira remessa de vacinas e já está previsto o reabastecimento.

Os demais grupos serão organizados e imunizados assim que forem chegando mais doses da vacina, por meio de cronograma que será divulgado posteriormente.

“É importante frisar que não adianta a população procurar os postos em busca de vacina, pois as salas estão fechadas para não expor a comunidade. Estamos trabalhando de forma organizada para imunizar todos de forma responsável e segura”, ressalta Júlio César.