Página Inicial / Multimídia/ Notícias/ Transposição é primeiro passo para acabar com desabastecimento

ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

19/02/2018 18h06 - Atualizado em 19/02/2018 18h07

Transposição é primeiro passo para acabar com desabastecimento

Obra inaugurada nesta segunda-feira, 19, garante manutenção da vazão durante períodos de estiagem e redução do volume de água do Piancó

Garantir que a população anapolina tenha água durante todo o ano é compromisso do prefeito Roberto Naves, assumido durante campanha, tanto que se apresentou como prioridade em seu primeiro ano de governo. Inúmeras foram as reuniões e audiências realizadas em busca de solução para o problema. E, como resultado desse trabalho político e administrativo, inaugurou-se nesta segunda-feira, 19, a obra de transposição do Rio Capivari para o Ribeirão Piancó. “Este é o primeiro passo para acabar com o desabastecimento em Anápolis em período de estiagem”, assegurou o prefeito Roberto Naves.

Ele aproveitou a solenidade para reconhecer, publicamente, todos os personagens diretamente envolvidos na tarefa de evitar a falta de água em Anápolis. Naves começou agradecendo aos funcionários da Saneago que trabalharam na obra de transposição, passando ao presidente da empresa, Jalles Fontoura, à diretora Tânia Valeriano, aos vereadores, deputado estadual Carlos Antônio, deputado JovairAantes, ao governador Marconi Perillo, ao vice José Eliton, ao presidente da Caixa Econômica, Gilberto Occhi, e ao ministro das Cidades Antônio Baldy.“Todo o esforço empreendido, em um trabalho conjunto, que uniu município, estado e governo federal, está se concretizando com esta primeira obra”, destacou Naves.

Hoje, a capacidade de captação do Piancó, em tempos de limite normal de água, proporciona vazão de 800 litros por segundo, o que é suficiente para manter o abastecimento total da cidade. Com a interligação dos dois cursos d’água, explica Roberto Naves, não houve ampliação do sistema, mas manutenção da vazão mesmo em períodos de seca rigorosa, quando ocorre a redução do volume de água do Piancó. O presidente da Saneago completou, dizendo que o “trauma da falta d’água” na cidade será superado. “Neste ano, temos a tranquilidade de afirmar que não vai faltar água na torneira dos anapolinos. Essa é nossa resposta aos apelos do prefeito Roberto Naves”, disse.

Na solenidade, o governador autorizou a licitação da obra de reforço do Sistema de Água de Anápolis. Os recursos, da ordem de R$ 114 milhões, destinados à construção do Sistema de Abastecimento de Água - compreende a implantação de novos módulos e acréscimos nos Centros de Reservação e Elevatórias de Água Bruta e de Água Tratada - vão permitir a ampliação da produção para 1,2 mil litros de água por segundo, ante os atuais 800 litros por segundo.

 

Transposição é primeiro passo para acabar com desabastecimento