Página Inicial / Multimídia/ Notícias/ Prefeitura inova na educação

ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

04/04/2019 12h17 - Atualizado em 04/04/2019 12h24

Prefeitura inova na educação

Projeto AlunoTec realiza aula inaugural de Lógica de Programação para alunos da rede municipal

“Hoje é o melhor dia de todos”, disse Davi Lopes, de 12 anos, um dos 20 alunos da rede municipal de educação que iniciou hoje o curso gratuito de Lógica de Programação, no Planetário Digital de Anápolis. Ele é estudante do 7º ano e agora faz parte do projeto AlunoTec, da Prefeitura de Anápolis, realizado por meio da Secretaria Municipal de Educação. Ele almeja como profissão ser desenvolvedor de jogos e, logo que ficou sabendo da oportunidade, foi atrás da sua vaga. “É a primeira vez que eu faço um curso legal assim, chegando em casa hoje, vou contar pra todo mundo que foi muito bom e já quero começar a programar os meus jogos”, comenta Davi com sorriso largo. 
 
É uma tendência mundial a antecipação dos estudos de programação de computador, trazendo impacto significativo, principalmente nos alunos do ensino fundamental, no desenvolvimento do raciocínio lógico, que pode ser aplicado em diversas áreas do conhecimento. É o que defende a coordenadora do projeto no Planetário, Noeli Antônia Pimentel Vaz, que é professora no curso de Sistemas de Informação da Universidade Estadual de Goiás (UEG), instituição parceira da Prefeitura no projeto. “A ideia é popularizar o tema, pois a percepção geral é de que a área é difícil e complicada, que está longe da realidade deles e, neste curso, mostramos que é possível fazer jogos e construir programas de computador com as ferramentas certas”, explica. 
 
Em parceria com as secretarias de governo, além de diversas instituições, faculdades e universidades, a pasta da educação está colocando em prática a inovação com o projeto AlunoTec. A partir de uma abordagem transversal do processo de ensino e aprendizagem, que integra várias áreas de conhecimento e oferece abordagens dinâmicas, o foco é na educação participativa para o exercício pleno da cidadania.
 
Em 2018, foi iniciado o projeto piloto, que atendeu cerca de 30 crianças e, neste ano, atenderá 70. Os estudantes são escolhidos pelas unidades escolares participantes levando em consideração alguns critérios, como ter afinidade com tecnologia e perfil de multiplicador de conhecimento. Além do curso de Lógica de Programação, os alunos terão também curso de Gamificação -- prática de aplicar mecânicas de jogos em diversas áreas, como negócios, saúde e vida social.
 
O secretário municipal de Educação, Alex de Araújo Martins, afirma que esta é uma encomenda direta do prefeito Roberto Naves, que também é professor, e tem a preocupação de formar cidadãos atuantes. “As crianças influenciam no comportamento dos pais, da família, passam a conhecer seus direitos como cidadãos e, no final, acabam impactando toda a comunidade”, diz o secretário, que cita, por exemplo, a ação desenvolvida junto à Companhia Municipal de Trânsito e Transporte (CMTT), que capacitou agentes mirins para aplicar multas educativas e ajudar na mobilização por um trânsito melhor na cidade. “A ideia é que este estudante seja multiplicador da ideia de aprender, multiplicador da mudança. O objetivo é trabalhar potencialidades e novas perspectivas, trazer o aluno como protagonista de seu meio, despertando vocações e interesses”, completa.

Prefeitura inova na educação