Página Inicial / Multimídia/ Notícias/ II Feira Municipal de Ciências discute Bioeconomia

ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

30/10/2019 11h30 - Atualizado em 30/10/2019 11h37

II Feira Municipal de Ciências discute Bioeconomia

O evento é vitrine para o compartilhamento de experiências entre os jovens pesquisadores e a comunidade

Foto: Bruno Velasco - Dircom

O incentivo às pesquisas científicas é o melhor caminho para que os alunos descubram as áreas do conhecimento com as quais têm mais afinidade. E quando esse estímulo é voltado para a solução de problemas, como a diminuição do impacto ambiental, se torna a oportunidade perfeita para a construção de cidadãos cada vez mais conscientes e solidários. Sabendo isso, dentro das atividades alusivas à Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT 2019), a Prefeitura de Anápolis, por meio da Secretaria Municipal de Educação, realizou nesta última terça-feira, 29, no Planetário Digital, a II Feira Municipal de Ciências, com o tema “Bioeconomia: Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável”.

Ao longo do ano, escolas municipais trabalharam com os alunos do ensino fundamental projetos científicos e realizaram suas exposições, envolvendo de toda a comunidade escolar. Os melhores trabalhos foram selecionados e expostos na feira municipal, como vitrine para o compartilhamento de experiências entre os jovens pesquisadores.

Aberto ao público, o evento contou com diversos projetos entre eles: uma escola totalmente sustentável, uma armadilha inovadora para eliminar o mosquito Aedes Aegypti e a criação de brinquedos e experimentos através de materiais recicláveis. Os alunos do 8° ano, da Escola Municipal Professor Ernst Heeger, por exemplo, desenvolveram o projeto: Gás metano como fonte de energia renovável. O biogás é o gás produzido a partir da decomposição da matéria orgânica (resíduos orgânicos) por bactérias. Na geração de energia do biogás, ocorre a conversão da energia química do gás em energia mecânica por meio de um processo controlado de combustão. Essa energia mecânica ativa um gerador que produz energia elétrica.

Para com o secretário municipal de Educação, Alex Martins, a feira é uma oportunidade para o compartilhamento de experiências. “Quando reunimos os melhores projetos da rede, damos a alunos e professores compartilham conhecimentos e suas realizações uns com os outros. É um excelente incentivo para a disseminação do conhecimento científico”, pontua.

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia
A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em Anápolis iniciou no dia 21 de outubro com a exposição Astromat, onde foram realizados mais de seis mil atendimentos a alunos da Rede Municipal e de cidades circunvizinhas, no Planetário Digital, em oficinas ligadas à educação ambiental.

II Feira Municipal de Ciências discute Bioeconomia