Página Inicial / Multimídia/ Notícias/ Fundo de Cultura anuncia projetos habilitados em primeira fase

ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

09/12/2019 18h06 - Atualizado em 09/12/2019 18h10

Fundo de Cultura anuncia projetos habilitados em primeira fase

Teatro, circo, literatura, artes plásticas e outras diversas linguagens passaram no processo inicial

Mais de uma centena de propostas foram inscritas para as mais diferentes expressões culturais. O Fundo Municipal de Cultura (FMC) anuncia os projetos habilitados e inabilitados para a próxima etapa de avaliação. Este ano, contou com um número recorde de inscritos em relação às edições passadas, foram 105 projetos. Esta é uma iniciativa da Prefeitura de Anápolis, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Semuc), com o apoio do Conselho Municipal de Cultura. 

Os projetos passaram pela triagem documental durante a semana passada, quando foram analisados os documentos entregues pelos proponentes, conferindo se estão conforme exige o edital 2019 do FMC. O resultado da triagem foi de 82 projetos habilitados, 21 projetos inabilitados e dois substituídos, ou seja, quando uma mesma proposta é inscrita duas vezes. A comissão foi formada pela equipe da Semuc, que realizou a inspeção dos documentos em sessão pública, para a transparência desta etapa do processo no FMC. 

Caso queiram recorrer do resultado, os inabilitados podem protocolar o recurso no Rápido até esta sexta-feira (13), para mais informações o edital está abaixo para mais detalhes de como realizar o procedimento recursal. Já os habilitados, agora vão para a fase de Análise Técnica, sendo avaliada por uma comissão de julgadores especialistas na produção cultural. Os critérios podem também ser conferidos no regulamento aqui disponível para download.

Recorde

O aprimoramento dos artistas e produtores que propõem os projetos para o Fundo tem proporcionado o envolvimento de cada vez mais profissionais e agentes no setor cultural. No decorrer do prazo de inscrições, foi realizada pela Semuc uma série de três oficinas para explicar sobre inscrições de projetos e um plantão tira-dúvidas, ministradas pela secretária municipal de Cultura, Eva Cordeiro, e a diretora municipal de Cultura, Nowhah Luiza.

Nos editais passados, foram alcançadas 37 inscrições na primeira edição, em 2013. No segundo edital em 2015, foram 63 inscrições. Em 2017, no terceiro edital, foram 48 inscrições. A mesma quantidade de inscrições se repetiu no quarto edital do FMC, em 2018. Neste quinto edital, neste ano, o número de inscritos foi para além do dobro em relação à edição anterior, com 105 inscrições. “Este resultado mostra como a demanda por cultura tem despertado mais ideias e projetos, temos difundido a importância de um fomento que não se restringe aos artistas, mas à toda sociedade, seja na formação de público como economicamente também”, aponta a titular da Semuc, Eva Cordeiro. Em cada projeto, estão envolvidos desde os artistas até setores como serviço e comércio, para estruturar a realização das propostas contempladas pelo FMC.

 

Confira a relação de habilitados no Diário Oficial (6/12/19)

 

Para os recursos e demais informações, confira o regulamento:

Regulamento (Confira o item 12)