Página Inicial / Multimídia/ Notícias/ Crianças conhecem a rotina dos bancários

ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

24/05/2019 17h54 - Atualizado em 24/05/2019 17h59

Crianças conhecem a rotina dos bancários

Projeto voltado para profissões estimula a criação de outro com o tema ‘Educação Fiscal’

A vida adulta gera bastante curiosidade no público infantil. Alguns sonham em ter uma banda, outros desejam ser astronautas, atores, ou até presidentes de um país. A imaginação corre solta quando o assunto é profissão. É por isso que o Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Casimiro de Alves, da Prefeitura de Anápolis, desenvolveu um projeto voltado a este tema. E recentemente, o superintendente regional da Caixa Econômica Federal - Norte de Goiás -, Marciano Matos, foi convidado para um bate-papo sobre uma ocupação pouco conhecida pelos pequenos: a de bancário.
 
As crianças não economizaram nas perguntas, tornando a conversa tão divertida que o representante da Caixa retribuiu a gentileza do convite e as chamou para conhecer a agência da Avenida Universitária, e saber como é o dia a dia destes profissionais. Simultaneamente, a professora do Jardim II, Tatiane Batista, criou um projeto de Educação Fiscal, a fim de estimular, de forma lúdica, a responsabilidade com o dinheiro desde cedo.
 
Nesta semana, 34 alunos do Jardim I e II da unidade de ensino, fizeram o passeio e alegraram a tarde dos colaboradores da Caixa Econômica. “Eles se envolveram tanto, que anotaram suas dúvidas em um papelzinho para levar aos bancários. Nossos alunos viram na prática o que aprendem em sala de aula com a professora”, contou a diretora do Cmei, Ariana Nunes. 
 
E foi uma troca de experiências. Além de ter sido enriquecedor para os alunos, foi nítida a dedicação da equipe para receber aqueles que representam o futuro do País. Eles preparam lanche, responderam todos os questionamentos e ainda mostraram como é o atendimento à população. “As crianças tiveram uma nova vivência com números, entendendo como a matemática é importante na vida cotidiana para coisas básicas como pagar boletos, número de conta, máquina de cartão e até valor monetário”, compartilhou Ariana, ao contar que estes assuntos também são discutidos nos projetos de Educação Fiscal do Cmei.

Crianças conhecem a rotina dos bancários