Página Inicial / Multimídia/ Notícias/ Apenas 3% da roçagem acontece em área pública

ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

04/01/2018 17h23 - Atualizado em 04/01/2018 17h27

Apenas 3% da roçagem acontece em área pública

Proprietários devem cuidar de seus imóveis

Dos 31,8 mil lotes roçados pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente no ano de 2017, apenas 3% são áreas públicas. Isso sobrecarrega a Prefeitura, que executa o serviço por força da lei e para garantir mais segurança e evitar o avanço de doenças como a dengue. Neste caso, os custos são repassados por se tratarem de áreas particulares, de responsabilidade exclusiva de seus proprietários.

A dimensão do trabalho pode ser medida pela periodicidade entre um serviço e outro prestado. Se tivesse que roçar somente as áreas públicas, a Prefeitura levaria apenas 20 dias para fazer todo o trabalho. Entretanto, devido à necessidade de capinar os demais lotes (a maioria localizada na zona residencial), esses serviços não são feitos com menos de 90 dias.

Por isso, o secretário municipal de Meio Ambiente, Daniel Fortes, considera essa tarefa essencial, mas faz um chamamento à toda a população, para a responsabilidade de manutenção dos imóveis e para a poda do mato. “Evita acúmulo de entulhos, a proliferação de doenças como a dengue, a presença de animais peçonhentos, focos de incêndio, e situações de risco”, conclui.

Ele informa que o mato cresce de 5 centímetros a 6 centímetros por dia. Quando atinge 50 cm de altura, os agentes públicos do município, por força de lei, precisam agir. Mas antes disso, ressalta, os donos dos imóveis são notificados pelo Diário Oficial do Município.

Mas não há qualquer interesse da administração pública na execução desse tipo de tarefa. O diretor de Limpeza Urbana da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Antônio Zayek, até alerta empreendedores. “Consideramos essa situação como uma oportunidade de negócios. Empresas deveriam ser criadas para a prestação desse tipo de serviço”, argumenta.

 

 

Apenas 3% da roçagem acontece em área pública